segunda-feira, 3 de julho de 2017

Comida e esquisitices

Adoro comer, não é por acaso que sou um tipo rechonchudo, robusto vá lol Comer é um prazer e sou um moço desenrascado na cozinha, faço-o com gosto.

As minhas conversas muitas vezes metem comida, as analogias que uso metem comida, as metáforas na sua maioria metem comida também. Acho-me um bom garfo mas não como TUDO, abro uma excepção para: feijão, favas, ervilhas, rins, fígado e o sangue de porcos e/ou galinhas. Há quem diga que sou uma vergonha para Portugal porque naturalmente pratos como feijoada, cabidela ou dobrada estão completamente fora de questão. Mais do que uma vez quando me preparava para almoçar com a família me deparei com feijoada e perante o meu torcer de nariz a minha mãe de repente lá se lembra e diz "eish...é verdade, tu não gostas de feijoada..." Eu nunca comi feijoada e ela não se lembra? Obrigado mãezinha... LOL Eu faço alguma coisa para mim nessas situações, não dou trabalho à minha rica mãe.


Estes dias têm sido profícuo em conversas interessantes com quem me beija o coração e me consome o juízo LOL (Sou um fofo :P) a propósito de comida e refeições. 

Detesto iscas, só o cheiro dá-me vómitos e dá-se a seguinte troca de galhardetes:

- Eh pah eu detesto iscas...credo, só o cheiro daquilo dá-me vómitos...

--ADORO iscas, é tão bom! Tu és mesmo esquisitinho...

-EU?! Olha quem fala, tu não gostas de carne de vaca nem sardinhas...esta é boa...

--Ora bem, tu não tens qualquer problema em fazer o belo do minete mas agora iscas minha nossa, credo! Nunca!

-Ai podes tu muito bem crer que sim! ADORO o belo do minete, mil vezes mais fazer o belo do minete do que comer iscas...blherc...

--OMG tu não és normal...

-Temos queixinhas agora? Vê lá a tua vida...

--Pronto, pronto! Já me calei lol

Eu quase chorava a rir, do que esta rapariga se lembra. Depois dizem que o devasso sou eu.